23 C
Rio de Janeiro

ACORDO É ASSINADO PARA ESTIMULAR A ECONOMIA CIRCULAR NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Mais lidas

eco21
eco21https://eco21.eco.br
Nossa missão é semear informação ambiental de qualidade.

Documento prevê ações para engajar principais atores da cadeia produtiva de construção e urbanismo, impulsionar metas net zero e desenvolver soluções para a circularidade do segmento

A Exchange 4 Change Brasil, o Green Building Council Brasil e o Construction Cluster da Eslovênia assinaram um acordo para estimular ações que contribuam para o desenvolvimento da economia circular nos setores de construção civil e urbanismo brasileiros. Por meio do MOU (“Memorando de Entendimento”), os signatários reconhecem a necessidade de uma rápida transição econômica, com a integração de diversos atores, incluindo empresas e países, para alavancar soluções cada vez mais circulares, verdes e tecnológicas na cadeia produtiva da área de construção. Para isso, o Brasil quer estreitar as relações com a Eslovênia, país europeu que é uma das maiores referências mundiais em economia circular.

O documento foi assinado pelo CEO do Green Building Council Brasil, Felipe Faria, e pela diretora da Exchange 4 Change Brasil e embaixadora do Construction Cluster da Eslovênia no Brasil, Beatriz Luz. A testemunha do MOU foi a Embaixada da Eslovênia no Brasil, representada pelo embaixador Gorazd Rencelj.

Uma das bases do acordo é o entendimento da economia circular como um pilar para o desenvolvimento sustentável, com geração de empregos e competitividade, bem como para o alcance de metas net-zero e de soluções circulares e eficientes até 2050. O objetivo é reduzir os impactos do setor de construção e seus fornecedores nas mudanças climáticas. Assim, os signatários vão estimular projetos entre empresas de diferentes portes, setor público, organizações de pesquisa e desenvolvimento, instituições educacionais e clusters de apoio a negócios.

  • Mais de 1/3 dos recursos utilizados no mundo são utilizados para a construção de edifícios. Quase 70% dos resíduos encaminhados para aterros sanitários nas cidades brasileiras são de atividades de construção e demolição, o que gera altos custos ao setor e aos governos locais. A circularidade aplicada no segmento pode mudar esta realidade, gerar oportunidades de novos negócios e ainda reduzir as emissões. Isto será feito por meio de novos processos construtivos, novos materiais, um olhar voltado à modularidade e ao compartilhamento de espaço, operação eficaz, reforma e desmontagem, reaproveitando materiais e requalificando espaços – destaca Beatriz Luz.

O Construction Cluster da Eslovênia faz parte do projeto europeu ICBUILD, que impulsiona a internacionalização da circularidade no ambiente da construção civil. O Brasil foi selecionado como um dos cinco países prioritários neste processo de internacionalização, de modo que a iniciativa fechou parceria com a Exchange 4 Change Brasil, organização que orienta a transição para a economia circular no país, e com o

Green Building Council Brasil, cuja missão é transformar a indústria da construção civil em direção à sustentabilidade.

  • Estamos motivados com o desafio de discutir as oportunidades de circularidade de uma forma mais estruturada. O tema se tornou o terceiro projeto global do World GBC e, no Brasil, já conta com grandes empresas interessadas em suportar o avanço dessa agenda – conta o CEO do Green Building Council Brasil, Felipe Faria.

Entre os pontos do MOU, estão: o compromisso de educar e engajar o mercado; criar vínculos entre empresas da Eslovênia, do Brasil e de outros países; promover o networking entre empresas consolidadas na área de construção e o desenvolvimento de soluções inovadoras para contribuir com a circularidade do mercado.

Sobre a Exchange 4 Change Brasil

A Exchange 4 Change Brasil é uma organização que trabalha para impulsionar a transição para a economia circular no país, atuando junto a uma rede internacional de especialistas para cocriar e adaptar soluções globais à realidade brasileira. A E4CB orienta o mercado no desenvolvimento de estratégias e negócios circulares, aplica estudos e análises técnicas, e articula os diversos elos da cadeia produtiva. Desde 2020, um dos seus principais eixos de atuação é o Hub de Economia Circular Brasil, primeiro hub criado na América Latina para integrar empresas de diferentes setores e portes em projetos circulares

Sobre o Green Building Council Brasil

O Green Building Council é uma organização sem fins lucrativos, presente em 80 países e com certificações em 180 países, com a missão de transformar a indústria da construção civil e a cultura da sociedade em direção à sustentabilidade. O GBC Brasil atua para desenvolver a indústria da construção sustentável no país, utilizando as forças de mercado para conduzir a adoção de práticas de green building em um processo integrado de concepção, implantação, construção e operação de edificações e espaços construídos, contribuindo para garantir o equilíbrio entre desenvolvimento econômico, impactos socioambientais e uso de recursos naturais, visando a melhoria da qualidade de vida e bem-estar da atual e das futuras gerações.

Sobre o Construction Cluster

O Construction Cluster tem como objetivo intensificar a colaboração dos clusters europeus de construção civil de 5 países (Eslovênia, Itália, Polônia, Hungria e Sérvia) com mercados internacionais além da Europa. O cluster nomeou a CEO da Exchange 4 Change Brasil, Beatriz Luz, como embaixadora no Brasil, com o objetivo de promover e apoiar a colaboração com o país.

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

- Advertisement -spot_img