24 C
Rio de Janeiro

Prefeitura do Rio e Universidade de Columbia anunciam pesquisadores brasileiros que irão para intercâmbio sobre mudanças climáticas

Mais lidas

eco21
eco21https://eco21.eco.br
Nossa missão é semear informação ambiental de qualidade.

Três pesquisadores foram selecionados para desenvolver suas pesquisas em Nova York, entre os dias 13 e 29 de abril

A prefeitura do Rio de Janeiro e a Universidade de Columbia, por meio do Columbia Centers Rio e do Climate Hub Rio – o centro de estudos da universidade nova iorquina dedicado ao estudo do clima sediado na cidade carioca – anuncia os três pesquisadores selecionados para participar do “Programa de Intercâmbio para Lideranças Climáticas do Rio de Janeiro.” Os selecionados são profissionais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Instituto Estadual do Ambiente (INEA) e da própria prefeitura, e irão aprofundar suas pesquisas no campus da Universidade, em Nova York.

“A parceria da Prefeitura do Rio com a Universidade de Columbia é muito importante para o município desenvolver pesquisas voltadas para a resiliência climática. O intercâmbio de especialistas em sustentabilidade e clima – escolhidos em um rigoroso processo de seleção – com professores e pesquisadores de Columbia, em Nova York, garantirá à cidade do Rio um conhecimento que servirá de legado para as futuras gerações cariocas”, afirma o secretário municipal da Casa Civil, Eduardo Cavaliere.

Os selecionados

Cinthia Avellar, é mestre em meteorologia e Gerente de Hidrometeorologia do INEA. Seu projeto visa aprimorar sistemas de monitoramento de enchentes fluviais, com enfoque no Rio Acari. O projeto é baseado em pesquisas de campos, para melhorar o sistema de alerta, após a enchente que afetou 20 mil moradores da região Norte, em janeiro.

O segundo selecionado Nabil Moura Kadri, é Superintendente de Meio Ambiente e Gestão do Fundo Amazônia do BNDES, com mestrado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Seu projeto se concentra em explorar a modelagem de instrumentos financeiros que facilitem o acesso a recursos para avançar a agenda climática, com sua vasta formação em finanças, Nabil estuda soluções inovadoras para empoderar governos subnacionais no desenvolvimento de políticas ambientais eficazes.

Já Daniel Mancebo é Coordenador Geral do Escritório de Planejamento da Prefeitura do Rio, geógrafo e mestre em gestão territorial. Responsável pela coordenação de planos estratégicos voltados para a sustentabilidade e resiliência da cidade do Rio de Janeiro, seu projeto focará na implementação de soluções de estrutura verde nos corredores verdes, visando combater emergências climáticas e a promover qualidade de vida em áreas carentes.

“A parceria da Prefeitura do Rio com a Universidade de Columbia é muito importante para o município desenvolver pesquisas voltadas para a resiliência climática. O intercâmbio de especialistas em sustentabilidade e clima – escolhidos em um rigoroso processo de seleção – com professores e pesquisadores de Columbia, em Nova York, garantirá à cidade do Rio um conhecimento que servirá de legado para as futuras gerações cariocas”, afirma o secretário municipal da Casa Civil, Eduardo Cavaliere.

O programa pontua um aprofundamento na parceria entre o Rio – que já foi capital da Eco92, Rio+20 e seriam eventos da agenda G20, provando seu protagonismo nas pautas ambientais – e a Universidade de Columbia, que celebra uma década da inauguração do Columbia Global Centers Rio.

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

- Advertisement -spot_img