23 C
Rio de Janeiro
spot_imgspot_imgspot_img
spot_img

Projeto recolhe 7.760 quilos de plástico para reciclagem este ano em escolas municipais do Rio Grande do Sul

Mais lidas

eco21
eco21https://eco21.eco.br
Nossa missão é semear informação ambiental de qualidade.

Com mais de 30 mil estudantes alcançados e 36 mil quilos  de material beneficiados desde 2016, o Projeto Escola Sustentável promove iniciativas de educação ambiental em colégios do Vale do Caí e da Região Metropolitana

A Plastiweber, empresa de soluções sustentáveis em plástico localizada no município de Feliz, bateu a marca de 7.760 quilos de plástico coletados para reciclagem este ano em 27 escolas municipais, da própria cidade e das regiões metropolitana e do Vale do Caí. Os colégios fazem parte do Projeto Escola Sustentável, desenvolvido pela empresa com o objetivo de conscientizar crianças e jovens sobre a importância do descarte correto dos resíduos e sobre o valor do plástico para a economia circular, a partir de atividades de educação ambiental. 

Desde 2009, o Escola Sustentável está ativo e realiza a conscientização sobre sustentabilidade entre os estudantes. A partir de 2016 o projeto começou a incentivar os alunos a destinarem os materiais nas escolas para posterior beneficiamento e processamento, evitando que se torne um passivo ambiental. De 2016 até hoje, o projeto já angariou e reintegrou à cadeia produtiva um total de 36 mil quilogramas de plástico e alcançou mais de 30 mil alunos. 

Por cada quilograma de plástico pós-consumo, a Plastiweber dá às escolas participantes um retorno econômico, para a promoção de melhorias na instituição e a compra de materiais necessários. Além disso, as três instituições com a maior captação recebem, ao final do ano, uma bonificação extra de R$ 3 mil, R$ 1,5 mil e R$ 500, para a primeira, a segunda e a terceira colocada respectivamente. Todos os colégios parceiros recebem um certificado de participação.

Este ano, as três escolas premiadas foram: em primeiro lugar, pelo terceiro ano consecutivo, a Apae do município de Barão, com 1,68 tonelada coletada; seguida da Escola Municipal 12 de Maio, de Bom Princípio, com 1,08 tonelada coletada; e em terceiro lugar, a Escola Municipal São José, de São Sebastião do Caí, com, 780 quilogramas coletados. Em fevereiro de 2022, a Plastiweber abrirá as inscrições para as escolas que quiserem participar do Escola Sustentável durante o próximo ano letivo. 

– O projeto Escola Sustentável integra as crianças e os jovens estudantes às questões ambientais, que vão desde a conscientização sobre o descarte correto e a reciclagem até a percepção do plástico como um ativo econômico com potencial de transformação social. Os alunos são orientados a destinar o plástico pós-consumo, e o colégio encaminha o material para a Plastiweber transformá-lo em novas embalagens e inseri-lo novamente na economia. A cooperação possibilita o fechamento da cadeia circular, para que o fim seja, na verdade, um novo começo – declara o diretor administrativo da Plastiweber, Moisés Weber.

A partir dos resíduos coletados este ano, o Escola Sustentável gera diversos benefícios ao meio ambiente, como a redução de 15 mil quilos de gases de efeito estufa, de 7 toneladas de plástico que iriam para aterros; de 23 mil quilowatts de energia elétrica consumida, do gasto de 61 mil litros de água; e de 9 mil litros de petróleo consumidos. O projeto faz parte do NatureCycle, selo socioambiental criado pela Plastiweber que conecta clientes da empresa e direciona parte dos lucros a iniciativas sociais. 

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

- Publicidade -spot_img