21 C
Rio de Janeiro
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

O Conselho Solar Global rejeita a proposta da UE de rotular o gás natural e energia nuclear como “verdes”

Mais lidas

eco21
eco21https://eco21.eco.br
Nossa missão é semear informação ambiental de qualidade.

O Conselho Solar Global acredita que isso significaria subtrair recursos de energia verdadeiramente limpa e pede que eles se concentrem em energia solar e outras fontes 

O setor fotovoltaico rejeitou a rotulagem do gás natural e na energia nuclear como “verde” e pediu à União Europeia (UE) que “se concentre na energia solar e em outras fontes verdadeiramente “verdes”. 

Conselho Solar Global 

Em comunicado, o Global Solar Council (GSC), órgão que representa associações nacionais, regionais e internacionais, bem como as principais empresas do setor solar, considera que incluir projetos de gás natural e energia nuclear como investimentos “verdes”, como pretende a UE, significaria “subtrair recursos de fontes verdadeiramente renováveis na fase mais crítica”. 

Além disso, ele destaca que essa decisão “também reduziria o tão necessário investimento em armazenamento em hidrogênio, redes inteligentes e outras inovações que podem permitir maior flexibilidade na gestão da demanda energética “. 

O presidente do GSC e diretor geral da UNEF, José Donoso, disse que essa proposta é a causa “de profunda preocupação, uma vez que estenderá o período de transição para energia limpa mais do que o necessário”. 

Aproveitando ao máximo as tecnologias limpas 

“É muito claro que o gás e energia nuclear não são verdes. Por outro lado, as fontes solares e outras fontes renováveis já atingiram preços notavelmente baixos, por isso devemos apenas nos concentrar em como aproveitar ao máximo essas tecnologias verdadeiramente limpas e maduras. A UE tem sido um modelo para o mundo em termos de metas verdes e sustentabilidade, e esperamos que decida continuar nesse caminho”, disse ele. 

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

- Publicidade -spot_img