27.2 C
Rio de Janeiro

ESPERANÇA – O discurso de Lula na COP27

Mais lidas

eco21
eco21https://eco21.eco.br
Nossa missão é semear informação ambiental de qualidade.

Elisa Homem de Mello | EBVB Sustentabilidade |

Esperança foi a palavra que Lula usou para definir a posição brasileira frente às mudanças climáticas, durante seu discurso na COP27.

O presidente eleito afirmou que o Brasil estava de volta e que o atual governo será distinto do de 2009, e que desta vez será mais duro em suas cobranças, por mudanças dos órgãos de conselhos na #onu ou pelo dinheiro prometido pelos países ricos aos pobres, durante a COP15.

Afirmou ainda que será veemente no combate aos crimes ambientais.

Sobre desigualdade e fome, apresentou dados da OMS que embasaram a relação existente entre meio ambiente e justiça climática.

Outros âmbitos das mudanças climáticas foram abordados com apelo para urgência de ações que protejam a humanidade dos desastres climáticos, que já ocorrem pelo mundo todo.

Dentre os destaques, Lula se comprometeu com um encontro entre os países amazônicos e fronteiriços do Brasil, bem como possíveis acordos que possam surgir com Indonésia e Congo que, em conjunto com o Brasil, detém 52% da Floresta Tropical do planeta.

Atenção também para a realidade que nos está sendo imposta pelas mudanças do clima e para o fato de que esta é uma conta de todos nós e que não haverá ninguém que saia ileso das catástrofes climáticas à que estamos sujeitos, caso não se aja com rapidez e união entre os países e setores que combatam a fome e que mitiguem e/ou se adaptem para os efeitos das mudanças climáticas, com investimentos em economias de baixo carbono.

Por fim, abriu as portas do Brasil para investimentos em economia verde e azul, sem que para isso nenhum metro quadrado de floresta seja desmatado. E deixou claro que, em nenhuma parceria, a soberania do Brasil entrará em questão.

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

- Publicidade -spot_img