29.7 C
Rio de Janeiro

Equipe exclusivamente formada por mulheres vai atuar na construção e manutenção de redes elétricas no estado do Amapá

Mais lidas

eco21
eco21https://eco21.eco.br
Nossa missão é semear informação ambiental de qualidade.

Pela primeira vez no setor, a equipe é de mulheres formadas pelo programa Escola de Eletricistas, do Projeto do Grupo Equatorial em parceria com o SENAI

Pela primeira vez, o grupo exclusivamente femino vai trabalhar nas redes elétricas do Amapá. O grupo, formado pela Escola de Eletricistas – formado pelo Grupo Equatorial em parecida com o SENAI –, elas já atuam na instalação de postes, transformadores, e na passagem de fios e cabeamento em diversas cidades amapaenses, de Vitória do Jari ao Oiapoque, passando pela capital Macapá. 

A iniciativa de formar esse grupo partiu da Manserv, uma das líderes em prestação de serviços técnicos especializados no Brasil e a principal responsável pelo pelos serviços de construção e manutenção de Redes de Distribuição Aérea (CMRDA) do Amapá e Pará.  O objetivo é reforçar o compromisso com a igualdade de gênero e atender as demandas da expansão da rede elétrica da região norte. 

“Contratar uma equipe de implantação de redes elétricas apenas por mulheres é um marco na história da Manserv e também para o setor”, diz Ricardo Moreira, diretor-presidente da Manserv Industrial. “Para nós é um motivo de orgulho e acreditamos que esta iniciativa possa incentivar outras mulheres a ingressarem nesta importante frente de trabalho”

Renato Schieber, diretor de operações de energia na Manserv afirma que em pouco tempo já foi possível ver os impactos positivo da presença feminina na área. “Notamos uma melhor performance nos indicadores de Segurança e manutenção dos nossos equipamentos, sempre com o objetivo de atender melhor os nossos clientes”, explica.

As novatas se mostram animadas com a maior integração delas nesse campo. Andreza Monteiro, encarregada de campo, diz que isso mostra que as mulheres são capazes de realizar qualquer trabalho, até os mais pesados. “Somos gratas pela iniciativa que motiva a inclusão das mulheres neste meio, dando oportunidade para o nosso desenvolvimento profissional”, finaliza.

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

- Advertisement -spot_img