28.7 C
Rio de Janeiro

Projeto pioneiro protege onças e evita abate de gado no Pará

Mais lidas

eco21
eco21https://eco21.eco.br
Nossa missão é semear informação ambiental de qualidade.

Projeto incentiva a conscientização para a preservação das onças e evita que os felinos abatam o gado; nas fazendas da região onde o projeto opera, não foram mais registradas mortes de boi por onças

O projeto Fauna Sustentável tornou o município de Paragominas, no Pará, com uma iniciativa nunca antes vista no Pará. Abordando a coexistência de espécies, a proposta era solucionar um problema latente na região: as onças que abatiam os gados das fazendas locais. E está dando resultado, das 24 fazendas atendidas desde 2022, com 870 pessoas alcançadas, o número do abate predatório por felinos caiu de 15 para 0. 

O projeto atua por meio da conscientização, com eventos abertos ao público, palestras em entidades de ensino, oficinas e exposições, e através de estratégias nos campos para evitar o dano das onças ao bois, através de instalação de armadilhas fotográficas nas fazendas para monitorar felinos e outras espécies, orientando os produtores rurais sobre como evitar os danos, realizando treinamentos de coexistência com onças

Iara Ramos, bióloga e pesquisadora de doutorado em Ecologia da Universidade Federal do Pará (UFPA), relata que o projeto surgiu da demanda dos próprios produtores, que sofriam com os prejuízos do abate de seus animais. “Isso também resultava na morte de onças para defesa da produção”, completa.

O projeto Fauna Sustentável é fruto do Consórcio de Pesquisa em Biodiversidade Brasil-Noruega (BRC na sigla em inglês). É formado pelo Hydro, Universidade de Oslo, da Noruega, Museu Paraense Emílio Goeldi, Universidade Federal do Pará (UFPA) e Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). Estabelecido em 2013, o consórcio mantém um programa de pesquisa conectado às operações de mineração da Hydro em Paragominas. O Fauna Sustentável iniciou, inclusive, a partir de interações observadas na área da mina e fazendas próximas. 

Desde sua fundação, já aprovou 26 projetos de pesquisa e 60 artigos científicos foram publicados. O Fauna Sustentável é um grande exemplo da contribuição do BRC para conservação de espécies e sua ecologia. O objetivo da coexistência é justamente um conceito mais amplo, inclusivo e abrangente que vem ganhando atenção crescente entre pesquisadores e inclui a conservação de diversas espécies. Isso porque as onças não são as únicas atendidas pelo Fauna Sustentável. As armadilhas fotográficas nas fazendas identificaram 19 espécies animais em mais de 400 registros realizados, a exemplo da Sussuarana; da Jaguatirica; do Gato-mourisco; do Tamanduá-bandeira; da Irara; da Capivara e do Catitu.

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

- Advertisement -spot_img