23.2 C
Rio de Janeiro

Açaí promove benefícios ambientais e climáticos a partir do manejo sustentável

Mais lidas

eco21
eco21https://eco21.eco.br
Nossa missão é semear informação ambiental de qualidade.

Manejo realizado pela cooperativa AmazonBai, detentora do certificado de Manejo Florestal FSC® desde 2016, contribui para manutenção do estoque de carbono e da diversidade de espécies nos territórios do Arquipélago do Bailique e do Beira Amazonas, no Amapá, na Floresta Amazônica

Celebrado no dia 16 de março, o Dia Nacional da Conscientização sobre as Mudanças Climáticas alerta sobre a importância de alternativas de produção sustentáveis para a conservação dos ecossistemas brasileiros. E, diante dos riscos da crise climática para a biodiversidade, uma cooperativa de produtores de açaí do Amapá mostra como é possível conciliar produção e conservação ambiental. 

No norte do país, a Cooperativa dos Produtores Agroextrativistas do Bailique e Beira Amazonas (AmazonBai) atua diretamente na redução dos efeitos da crise climática graças ao  manejo de mínimo impacto, que busca intervir na floresta apenas o necessário, respeitando sua biodiversidade e beneficiando a produção. 

Localizada no estuário do rio Amazonas, nos territórios do Bailique e Beira Amazonas, a AmazonBai é composta por famílias ribeirinhas que realizam o manejo da floresta, que é nativa, para  seu próprio sustento. Esse trabalho vai na contramão do cenário dos impactos negativos que alguns sistemas de produção de açaí têm gerado na Amazônia, consequência do manejo intensivo que visa principalmente aumentar a produção do fruto sem considerar outros fatores ambientais importantes.

“Isso não acontece na região onde a Amazonbai atua porque o manejo executado é baseado em práticas de mínimo impacto, visando a manutenção da floresta de açaizal com a presença de espécies de árvores, de outras palmeiras e da fauna local”, explica Bruno Simionato Castro, Coordenador de Certificação Florestal do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora).

O último relatório do IPCC alertou para os impactos da crise climática na biodiversidade, ressaltando perdas irreversíveis do ecossistema, em um cenário de aquecimento global de 2°C ou mais. Em ecossistemas terrestres, entre 3% e 14% das espécies enfrentarão “alto risco” de extinção em níveis de aquecimento global de 1,5ºC. Essa estimativa pode chegar a 48% se os níveis de aquecimento global forem de 5ºC.

A AmazonBai é a única cooperativa com certificação  FSC® (Forest Stewardship Council) para a produção e manejo de açaí do mundo. “Uma floresta bem manejada e equilibrada garante a produção de açaí de qualidade e, a longo prazo, o aumento e a manutenção desta produção de forma sustentável”, afirma Castro. “O trabalho feito pela AmazonBai considera a floresta uma aliada, não um empecilho.”

Benefícios climáticos 

Preservar a fauna do ecossistema é uma das maneiras de garantir a produção e, ao mesmo tempo, atenuar esses impactos. “A abelha nativa por exemplo é um dos principais polinizadores do açaí. Sem ela a produção pode ser bastante prejudicada”, explica Castro. “Por isso é importante manter a floresta e o seu ecossistema para que as abelhas e demais polinizadores permaneçam habitando o local e garantam a manutenção da polinização.”

Desde 2019, a AmazonBai cumpre voluntariamente o Procedimento de Serviços Ecossistêmicos FSC®, através do qual ela demonstra os impactos positivos do seu manejo para conservação dos estoques de carbono e da diversidade de espécies em suas áreas florestais certificadas.

As práticas de manejo sustentável da região contribuem para a manutenção da riqueza de espécies locais. Em 2021, o Documento de Certificação de Serviços Ecossistêmicos elaborado pela Amazonbai concluiu que das 259 espécies listadas três anos antes no açaizal, todas permaneceram habitando a região, por conta do tipo de manejo feito pela Amazonbai, que mantém a cobertura florestal dos açaizais e com isso mantém o habitat e a oferta de alimento para a fauna local.

Além de preservar a biodiversidade, o manejo sustentável feito pela Amazonbai contribui para a  manutenção dos estoques de carbono, ou seja, evita que o carbono estocado nas florestas certificadas e manejadas onde estão os açaizais vá para atmosfera, evitando emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE). 

Certificação FSC® 

O açaí produzido pela cooperativa é o único no mundo com selo de certificação FSC® de Manejo Florestal (FSC-C131371), que garante que todas as etapas de produção respeitam a legislação do país, os direitos trabalhistas e o cuidado com o meio ambiente. Além disso, a polpa produzida a partir dessa matéria-prima também é considerada a única com certificação FSC®, porque a AmazonBai possui ainda o selo de certificação de Cadeia de Custódia (FSC-C131371). 

Diante do avanço de práticas de exploração ilegal das florestas, a certificação FSC® serve como garantia de que o produto está de acordo com critérios socioambientais. É um processo voluntário no qual são avaliados, a cada ano, os cumprimentos de questões ambientais, econômicas e sociais de empreendimentos florestais que desejam o selo.

“Além de manter a floresta de pé, a certificação sinaliza para consumidores, investidores e outros participantes da cadeia que eles estão lidando com um produto que foi manejado de forma responsável”, afirma Castro. 

Sobre o Imaflora

O Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola – Imaflora – é uma associação civil sem fins lucrativos, criada em 1995, que nasceu sob a premissa de que a melhor forma de conservar as florestas tropicais é dar a elas uma destinação econômica, associada a boas práticas de manejo e a uma gestão responsável dos recursos naturais. O Imaflora acredita que a certificação socioambiental é uma das ferramentas que respondem a parte desse desafio, com forte poder indutor do desenvolvimento local, sustentável, nos setores florestal e agrícola. Dessa maneira, o Instituto busca influenciar as cadeias produtivas dos produtos de origem florestal e agrícola; colaborar para a elaboração e implementação de políticas de interesse público e, finalmente, fazer, de fato, a diferença nas regiões em que atua, criando ali modelos de uso da terra e de desenvolvimento sustentável que possam ser reproduzidos em outros municípios, regiões ou biomas do País.

Mais informações no site do Imaflora

Sobre a AmazonBai

A Cooperativa dos Produtores Agroextrativistas do Bailique e Beira Amazonas (AmazonBai), localizada nos territórios do Bailique e Beira Amazonas, atua no extrativismo sustentável de açaí, que é fonte de renda para comunidades tradicionais. Além de se preocupar com questões ambientais, a cooperativa retorna 5% do valor de cada lata de açaí para o fundo financeiro de apoio à Escola Família Agroextrativista do Bailique (EFAB) e à Escola Familia Agroextrativita do Macacoarí (EFAM).

Mais informações no site da AmazonBai

Sobre o FSC®É uma organização independente, não governamental, sem fins lucrativos, que há mais de 27 anos promove o manejo florestal responsável ao redor do mundo Com sede na Alemanha, está presente em mais de 80 países. O FSC® é o sistema de certificação florestal de maior credibilidade internacional e o único que incorpora, de forma igualitária, os interesses de grupos sociais, ambientais e econômicos. Acompanhe o FSC® Brasil no Facebook, Instagram, LinkedIn e site.

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

- Publicidade -spot_img