29.7 C
Rio de Janeiro

Documentário sobre trabalhadores da Baía de Guanabara ganha data de estreia no Rio e Niterói

Mais lidas

eco21
eco21https://eco21.eco.br
Nossa missão é semear informação ambiental de qualidade.

Do diretor de fotografia de Dona Flor e seus Dois Maridos (1976), Murilo Salles, o filme retrata a degradação da Baía que afeta diariamente a existência de seus trabalhadores

Com a Baía de Guanabara como plano de fundo das maiores contradições do Rio de Janeiro, o documentário “Uma Baía”, segundo o diretor, Murilo Salles, é difícil de ser sintetizado. “Em nossa primeira versão, o filme tinha sete horas e 20 minutos”, relata.  “Foi uma inquietação que nos levou a querer fazer um exercício para descobrir no material suas essências poéticas.”

Sua versão final chega às telonas dividida em oito fábulas, depois de um trabalho que, segundo o diretor, foi “obsessivo”. Cada uma delas contando o que a Baía tem de mais belo e de mais oculto, através da ótica de oito personagens que habitam a sua volta e, principalmente, sobrevivem através dela. Desde o catador de caranguejos ao barbeiro. Do pedreiro ao quilombola. “Uma Baía” é uma viagem da tensão entre a beleza ao espanto.

Barbeiros em Jurujuba – no fim do expediente. Foto: Reprodução.

O filme estreia no dia 18 de abril, no Estação Net Botafogo e na Reserva Cultural Niterói. Confira abaixo o trailer oficial:

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

- Advertisement -spot_img