Produção mundial de café foi estimada em 170 milhões de sacas

Imagem: Pixabay



América do Sul produzirá 48,8% da safra global de café, Ásia e Oceania 28,8%, América Central e México 11,3%, e a África 11,1%, durante o ano-cafeeiro de 2020-2021

A produção de café em nível mundial, estimada para o ano-cafeeiro 2020-2021, foi calculada num volume físico equivalente a 169,64 milhões de sacas de 60kg, número que denota um ligeiro crescimento de 0,4% em relação ao mesmo período anterior. Neste contexto, os cafés da espécie arábica foram estimados em 99,26 milhões de sacas e os robustas em 70,38 milhões, volumes que representam 58,5% e 41,5%, respectivamente, da produção mundial.

Se for estabelecido um ranking da produção de café no mundo, exclusivamente das quatro grandes regiões produtoras, América do Sul, Ásia & Oceania, África, e América Central & México, agrupando as duas espécies de cafés (arábica e robusta), em ordem decrescente, verifica-se que, no ano-cafeeiro em referência, a América do Sul, a qual tem produção estimada em 82,79 milhões de sacas, destaca-se em primeiro lugar com volume físico correspondente a 48,8%, e, em segunda posição, a Ásia & Oceania, com 48,91 milhões de sacas, que equivalem a 28,8%, da safra mundial.

Na terceira posição desse ranking figura a América Central & México, com 19,19 milhões de sacas produzidas, equivalentes a 11,3%. E, por fim, na quarta colocação, a África, cuja produção total de café foi estimada em 18,75 milhões de sacas de 60kg, número que corresponde a 11,1% do total produzido no mundo, e que, obviamente, conforme se depreende da análise dos dados a safra será bastante similar à produzida na América Central & México, no ano-cafeeiro 2020-2021.

Convém ressaltar que estes dados da performance da cafeicultura mundial foram extraídos do Relatório sobre o mercado de Café – outubro 2021, da Organização Internacional do Café – OIC, a qual divide a produção de café no mundo nas quatro grandes regiões citadas: América do Sul, Ásia & Oceania, África, e América Central & México. E, ainda, para a Organização, o ano-cafeeiro compreende o período de outubro a setembro. Tal Relatório encontra-se disponível na íntegra no Observatório do Café, do Consórcio Pesquisa Café, rede de pesquisa coordenada pela Embrapa Café.

Leia esta ANÁLISE na íntegra na página da Embrapa Café,  do Observatório do Café e do Consórcio Pesquisa Café

Conheça o acervo de publicações da Embrapa Café e baixe os arquivos pelo link https://www.embrapa.br/cafe/publicacoes. Acesse também todas ANÁLISES e notícias da cafeicultura no Observatório do Café.


https://www.instagram.com/eco21_oficial

@ECO21_OFICIAL

GAIA VIVERÁ!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui