ONU escolhe China para sediar Dia Mundial do Meio Ambiente



Flora Pereira | Jornalista da ONU Meio Ambiente no Brasil

O vice-Ministro de Ecologia e Meio Ambiente da China, Zhao Yingmin, e Joyce Msuya, Diretora-Executiva Interina da ONU Meio Ambiente, anunciaram em 15 de Março último que a China sediará as comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente de 2019, com o tema “Poluição do Ar”. A cidade sede do evento será Hangzhou, na província de Zhejiang. Porém, o governo chinês também se comprometeu a organizar as celebrações em várias partes do país.

O “Dia Mundial do Meio Ambiente” é um evento mundial liderado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) que acontece todos os anos, no dia 5 de Junho, e é comemorado por milhares de comunidades em todo o mundo. Desde que foi instaurado, em 1972, se tornou a maior celebração do nosso meio ambiente.

O “Dia Mundial do Meio Ambiente” deste ano incitará governos, indústrias, comunidades e indivíduos a se unirem para explorar a energia renovável e as tecnologias verdes, bem como melhorar a qualidade do ar em cidades e regiões de todo o mundo.

O anúncio foi feito enquanto Ministros do Meio Ambiente de todo o mundo participavam do fórum ambiental de mais alto nível do mundo, a Quarta Assembleia da ONU para o Meio Ambiente (UNEA), em Nairóbi, e após a publicação de um relatório de revisão sobre controle da poluição do ar em Pequim nos últimos 20 anos.

“A China será uma grande anfitriã global das comemorações do “Dia Mundial do Meio Ambiente” em 2019. O país demonstrou liderança no combate à poluição do ar internamente e, agora, pode ajudar a estimular outras partes do mundo a agirem. A poluição do ar é um desafio global e urgente que afeta a todos. A China irá, agora, liderar o impulso e estimular a ação global para salvar milhões de vidas”, declarou Joyce Msuya.

O país asiático, com seu crescente setor de energias verdes, emergiu como um líder climático. Metade dos veículos elétricos e 99% dos ônibus elétricos do mundo circulam dentro de suas fronteiras. Ao sediar o “Dia Mundial do Meio Ambiente” de 2019, o governo chinês poderá mostrar sua inovação e avançar rumo a um ambiente mais limpo.

Segundo um novo relatório da ONU sobre poluição atmosférica na Ásia e no Pacífico, a implementação de 25 políticas voltadas para tecnologias poderia resultar na redução de 20% das emissões globais de CO2 e de 45% das emissões globais de metano, o que poderia impedir a elevação da temperatura global em até um terço de grau Celsius.

Fatos sobre a poluição do ar: 92% das pessoas em todo o mundo não respiram ar limpo. A poluição do ar custa à economia global US$ 5 trilhões por ano. A poluição do solo pelo ozônio deverá reduzir os rendimentos de cultivos básicos em 26% até 2030.

Plataforma traz história do Dia do Meio Ambiente

Com o objetivo de reunir esforços coletivos em torno do tema e combater a poluição do ar no Brasil, a ONU Meio Ambiente lançou pela primeira vez um site em português (www.worldenvironmentday.global/pt-br). A plataforma traz uma linha do tempo com a história do Dia Mundial do Meio Ambiente, fala sobre o país anfitrião da data, apresenta dados sobre poluição do ar, oferece um teste de conhecimento e reúne publicações e uma série de reportagens.

Além de conteúdo informativo, o site também disponibiliza guias práticos com ideias e soluções para a poluição do ar, de modo que cada governo, cidade, escola e universidade, organização da sociedade civil, empresa e indivíduo possa se inspirar e escolher como quer agir para melhorar a qualidade do ar. A plataforma também oferece um mapa interativo e atualizado em tempo real para registrar eventos.

A plataforma também oferece um mapa interativo e atualizado em tempo real para registrar eventos. Nele, qualquer atividade pode ser cadastrada, desde um mega evento promovido pelo governo municipal, uma ação nas escolas envolvendo educadores e estudantes, um dia sem carro para engajar funcionários de uma empresa até mesmo uma bicicletada de amigos em prol de um ar mais limpo.

A iniciativa visa unir esforços para combater a poluição do ar, conectando cidadãos e outras partes interessadas. Ao registrar uma atividade, ela ganha visibilidade global e passa a integrar a agenda de ações da ONU para o Dia Mundial do Meio Ambiente. Os participantes também terão direito a um certificado de liderança da data emitido pela ONU. O mapa interativo possibilita que cada cidadão ou parte interessada descubra onde estão os eventos mais próximos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui