O presidente Biden anuncia os principais membros de sua equipe do clima



Esta equipe fará avançar a agenda do Presidente Eleito levando o mundo a enfrentar a crise climática – criando empregos sindicais bem remunerados, construindo comunidades resilientes e fazendo investimentos históricos em justiça ambiental.

O Presidente Eleito Joe Biden anunciou as principais indicações e nomeações de sua equipe climática, são eles: a congressista Deb Haaland, como Secretária do Interior; a Governadora Jennifer Granholm, Secretária de Energia; Michael Regan, Administrador da EPA; Brenda Mallory, Presidente do Conselho de Qualidade Ambiental; a Administradora Gina McCarthy, Conselheira Nacional do Clima; e Ali Zaidi, como Conselheiro Adjunto do Clima Nacional.

A realidade inegável, acelerada e punitiva das mudanças climáticas está cobrando um preço incalculável de vidas e meios de subsistência em todas as comunidades do país. Esta equipe sabe que a ciência exige que abordemos as mudanças climáticas imediatamente e que nossa resposta deve ser baseada na ciência. A equipe transformará a crise climática em uma oportunidade sem precedentes para criar milhões de empregos sindicalizados e bem remunerados em comunidades de todo o país. Também pretende impulsionar o desenvolvimento com energia limpa e posicionar os Estados Unidos como exportador de produtos do Século 21 tornando a nossa economia mais forte e resiliente. Eles trabalharão em estreita colaboração com as comunidades que suportam o fardo descomunal da injustiça ambiental, incluindo nações tribais, comunidades de cor, e jovens americanos que viverão as consequências de longo prazo das mudanças climáticas.

O Presidente Eleito Joe Biden disse: “Esta equipe brilhante, testada e pioneira estará pronta no primeiro dia para enfrentar a ameaça existencial da mudança climática com uma resposta nacional unificada baseada na ciência e na equidade. Eles compartilham minha convicção de que não temos tempo a perder para enfrentar a crise climática, proteger nosso ar e água potável e fazer justiça às comunidades que há muito suportam o fardo dos danos ambientais. Juntos, em nome de todos os americanos, eles enfrentarão este momento com a urgência que ele exige – e aproveitarão a oportunidade de reconstruir melhor com empregos sindicais bem remunerados, infraestrutura resistente ao clima e um futuro de energia limpa que beneficie todas as comunidades”.

A vice-Presidenta eleita, Kamala Harris disse: “Desde os incêndios florestais na Califórnia e no Oeste às tempestades que atingem nossas costas, a crise climática é uma ameaça grave e crescente para o povo americano e para o Planeta que todos compartilhamos. Na campanha, o Presidente Eleito Biden e eu propusemos um dos planos climáticos mais ambiciosos da história. A equipe que estamos anunciando ajudará a tornar esse plano uma realidade. Eles são servidores públicos experientes e especialistas em clima que refletem o que há de melhor em nosso país. Eles têm o conhecimento e a experiência para enfrentar esse desafio global de frente com nossos aliados e parceiros em todo o mundo. E eles são a equipe que o povo americano precisa e merece para ajudar a proteger nossas comunidades – e o nosso Planeta – por gerações”.

Esta equipe testada de pensadores ousados sabe como puxar todas as alavancas do Governo para enfrentar a urgente ameaça existencial das mudanças climáticas; são eles: 

A congressista Deb Haaland é indicada para servir como Secretária do Interior. Haaland é uma funcionária pública que rompe barreiras e passou sua carreira lutando pelas famílias, inclusive em nações tribais, comunidades rurais e comunidades negras. Atualmente atuando como vice-Presidenta do Comitê de Recursos Naturais da Câmara, Haaland estará pronta no primeiro dia para proteger nosso meio ambiente e lutar por um futuro de energia limpa. Se confirmada, ela fará história como a primeira Secretária nativa americana do Gabinete.

A Governadora Jennifer Granholm é indicada para servir como Secretária de Energia. Governadora de Michigan por dois mandatos, seu trabalho durante e após seu mandato se concentrou na criação de empregos de energia limpa na América. A liderança de Granholm foi fundamental para resgatar a indústria automobilística dos EUA, salvando um milhão de empregos e preparando Detroit para um futuro de energia limpa.

Michael Regan foi nomeado para servir como Administrador da Agência de Proteção Ambiental (EPA). Atual Secretário do Departamento de Qualidade Ambiental da Carolina do Norte, Regan serviu na EPA sob os presidentes democratas e republicanos e tem um histórico notável de reunir pessoas nos setores público, privado e sem fins lucrativos para promover a justiça ambiental e buscar soluções para os desafios ambientais e climáticos.

Brenda Mallory, uma excelente funcionária pública e advogada ambiental, foi nomeada para servir como Presidente do Conselho de Qualidade Ambiental. Ex-Conselheira Geral do CEQ e atual Diretora de Política Regulatória do Southern Environmental Law Center, Mallory traz um conhecimento profundo e versátil ao ter trabalhado diretamente com comunidades e parceiros nos setores público e privado para resolver os desafios climáticos e promover a proteção ambiental e a justiça ambiental. Se confirmada pelo Senado, ela seria a primeira afro-americana a ocupar o cargo desde sua criação, há mais de meio século.

A Administradora Gina McCarthy atuará como a primeira Conselheira Nacional do Clima, chefiando o recém-formado Escritório de Política Climática Doméstica da Casa Branca, onde ela conduzirá uma abordagem de “todo o governo” para combater as mudanças climáticas. Uma voz de liderança em questões climáticas e ambientais por mais de 30 anos, McCarthy foi uma força motriz por trás do inovador Plano de Energia Limpa do Governo Obama-Biden durante seu mandato como Administradora da EPA.

Ali Zaidi, um importante especialista em clima e conselheiro de longa data do Presidente Eleito, atuará como Assessor Nacional Adjunto do Clima. Zaidi ajudou a redigir e implementar o Plano de Ação Climática da Administração Obama-Biden e a negociar o Acordo Climático de Paris. Zaidi emigrou do Paquistão e cresceu em Rust Belt nos arredores de Erie, Pensilvânia.

O escolhidos

Congressista Deb Haaland, Secretária do Interior

A congressista Deb Haaland atualmente atua como representante do Primeiro Distrito do Novo México na Câmara dos Representantes – uma das duas primeiras mulheres nativas americanas eleitas para o Congresso dos Estados Unidos. Como mãe solteira e alguém que viveu de salário em salário, Haaland conhece as dificuldades que muitas famílias enfrentam. Organizadora de longa data, Haaland passou sua carreira defendendo as necessidades de sua comunidade. No Congresso, ela ocupou cargos de liderança, incluindo a 116ª Representante da Classe de Calouros do Congresso para o Comitê de Política e Direção Democrática da Câmara, Whip da Região Democrática VI da Câmara e Deputy Whip para o Congressional Progressive Caucus. Ela também é vice-Presidente do Comitê de Recursos Naturais da Câmara e vice-Presidente do Partido Democrata das Mulheres.

Antes de sua eleição para a Câmara dos Estados Unidos, Haaland foi empresária e defendeu práticas de negócios ambientalmente sustentáveis. Além disso, Haaland atuou como Presidenta do Partido Democrático do Novo México – a primeira nativa americana eleita para liderar um partido estadual. Haaland, cuja mãe serviu na Marinha e cujo pai era fuzileiro naval, também serve como Comandante Honorária da Base Aérea de Kirtland. Ela obteve um BA (Bachelor of Arts) da University of New Mexico e um JD (Juris Doctor) da University of New Mexico School of Law.

Governadora Jennifer Granholm, Secretária de Energia

Jennifer Granholm serviu como 47º Governadora de Michigan por dois mandatos e foi a primeira mulher a liderar o Estado em sua história. Durante sua gestão, ela supervisionou a resposta à Grande Recessão em todo o Estado, trabalhando em estreita colaboração com a Administração Obama-Biden para resgatar a indústria automobilística dos Estados Unidos; um feito amplamente creditado por salvar um milhão de empregos americanos. O foco principal de Granholm como Governadora era reequipar e eletrificar a indústria automobilística para prepará-la para uma liderança global durável com crescimento de empregos no Estado; seus esforços para diversificar a economia de Michigan, desencadearam um novo setor de energia limpa e serviram como um modelo estadual e nacional para o crescimento econômico e a geração de empregos no futuro.

Antes de sua gestão como Governadora, Granholm foi eleita para servir como Procuradora-Geral de Michigan, e foi a primeira mulher a ocupar este cargo. Ela é a fundadora do American Jobs Project, uma iniciativa multiestadual e multiuniversitária que promove avanços tecnológicos e políticas de energia limpa para estimular a criação de empregos nos EUA, e ajudou a impulsionar a política de energia limpa em todo o país como consultora do Programa de Energia Pew Charitable Trusts Clean e como professora da Goldman School of Public Policy da University of California. Granholm é afiliada ao Instituto de Energia e Meio Ambiente da Califórnia e ao Centro Berkeley para Pesquisa em Tecnologia da Informação nos Interesses da Sociedade (CITRIS), onde é pesquisadora sênior. Imigrante do Canadá é cidadã americana há mais de 40 anos,

Michael Regan, administrador da EPA

Michael Regan atualmente atua como Secretário do Departamento de Qualidade Ambiental da Carolina do Norte. Trazendo uma compreensão profunda da interconexão entre meio ambiente, economia e saúde pública, o Secretário Regan conceituou e operacionalizou a Ordem Executiva 80 da Carolina do Norte; um esforço marcante para abordar o impacto da mudança climática e a transição da economia energética do Estado. Regan liderou as negociações que resultaram na limpeza do rio Cape Fear, que havia sido contaminado com polifluoroalquila (PFAS), negociou e supervisionou a maior limpeza de cinzas de carvão nos Estados Unidos e criou a primeira Justiça Ambiental da Carolina do Norte e o Equity Advisory Board para tratar das disparidades sociais exacerbadas por questões ambientais durante sua gestão como Secretário.

A experiência do Secretário Regan no campo das questões ambientais, energéticas, econômicas e de equidade é evidente em seu histórico de serviço público. Anteriormente, ele atuou na EPA sob os presidentes democratas e republicanos – liderando iniciativas na agência para melhorar a eficiência energética e a qualidade do ar e mitigar a poluição – e foi vice-Presidente associado do Fundo de Defesa Ambiental com foco em questões climáticas. Ele também fundou a M. Regan & Associates para ajudar as organizações a enfrentar os desafios na interseção de energia, economia e meio ambiente. Regan obteve seu diploma de bacharel na Universidade Estadual Técnica e Agrícola da Carolina do Norte e seu mestrado na Universidade George Washington.

Brenda Mallory, Presidenta do Conselho de Qualidade Ambiental

Brenda Mallory atualmente atua como Diretora de Política Regulatória no Southern Environmental Law Center. Servidora pública experiente e defensora de longa data da gestão ambiental, ela é líder ambiental na interseção da lei e da política nos setores público, privado e sem fins lucrativos há mais de 30 anos.

Antes de sua função atual, Mallory atuou como Diretora Executiva e Conselheira Jurídica no Conservation Litigation Project, onde liderou esforços para proteger terras públicas e promover bolsas de estudo em questões emergentes de recursos naturais. Mallory atuou nas administrações democrata e republicana, incluindo como Conselheira Geral do Conselho de Qualidade Ambiental da Casa Branca e como Conselheira Geral Adjunta da Agência de Proteção Ambiental durante a administração Obama-Biden. Ela também atuou como Presidente do Grupo de Prática de Recursos Naturais durante seu tempo no escritório de advocacia ambiental Beveridge & Diamond. Com raízes em Connecticut, Mallory se formou no Yale College e na Columbia University School of Law.

Gina McCarthy, Conselheira Nacional do Clima

Gina McCarthy foi a 13ª Administradora da Agência de Proteção Ambiental (EPA) e atualmente é a Presidente e CEO do Conselho de Defesa de Recursos Naturais. Uma das vozes mais confiáveis e talentosas do país sobre questões climáticas, ela esteve na vanguarda do progresso ambiental e de saúde pública em uma variedade de funções de liderança por mais de três décadas.

Em seu tempo liderando a EPA, McCarthy supervisionou esforços bem-sucedidos para reduzir gases de Efeito Estufa, mitigar a poluição do ar, conservar fontes de água críticas e proteger comunidades vulneráveis de perigos químicos. Ela liderou o Plano de Energia Limpa da Administração Obama-Biden, que estabeleceu os primeiros padrões nacionais da América para reduzir as emissões de carbono das usinas de energia e ajudou a pavimentar o caminho para o Acordo Climático de Paris. Antes de sua função atual no Natural Resources Defense Council (NRDC), McCarthy foi professora na Escola de Saúde Pública de Harvard TH Chan e atualmente atua como presidenta do conselho de diretores do Centro de Harvard para Clima, Saúde e Meio Ambiente Global.

Ao longo de sua carreira, McCarthy aconselhou cinco administrações de governadores democratas e republicanos de Massachusetts em questões ambientais e atuou como Comissária do Departamento de Proteção Ambiental de Connecticut antes de ser indicada pelo Presidente Obama para chefiar o Air Office da EPA. Como Administradora da EPA, ela buscou colaborações globais inovadoras com as Nações Unidas e a Organização Mundial da Saúde, e em esforços globais para lidar com a poluição. Nascida e criada em Boston, McCarthy se formou na University of Massachusetts Boston e obteve um mestrado em ciências na Tufts University.

Ali Zaidi, Conselheiro Adjunto Nacional do Clima

Ali Zaidi atualmente atua no Estado de Nova York como Secretário Adjunto do Governador para e Energia e Meio Ambiente e Presidente de Política e Finanças Climáticas. Lidera os esforços do Estado em relação às mudanças climáticas direcionando investimentos em infraestrutura e inovação, capacitando trabalhadores e comunidades e impulsionando resiliência econômica e ambiental. Professor adjunto da Universidade de Stanford, onde ministrou cursos de pós-graduação em política de tecnologia e estudou os impactos fiscais e financeiros das mudanças climáticas; Zaidi é co-fundador da Lawyers for a Sustainable Economy, uma iniciativa coordenada por Stanford que equipa startups com foco na sustentabilidade com profissionais pro bono em serviços jurídicos.

Conselheiro de longa data do Presidente Eleito Biden em questões climáticas, Zaidi traz a experiência intersetorial e multidisciplinar necessária para fornecer uma resposta de todo o Governo à crise climática. Durante a Administração Obama-Biden, Zaidi atuou como Diretor Associado de Recursos Naturais, Energia e Ciência do Escritório de Gestão e Orçamento e como Diretor Adjunto de Política Energética do Conselho de Política Doméstica ajudando a projetar e implementar uma ampla gama de e políticas internacionais. Zaidi aconselhou organizações sem fins lucrativos, inclusive como Administrador do Conselho de Defesa de Recursos Naturais, e aconselhou o setor privado como advogado que ajudou a lançar uma prática de investimento sustentável.

Zaidi imigrou do Paquistão e cresceu nos arredores de Erie, na Pensilvânia. Ele recebeu um BA (Bachelor of Arts) da Harvard University e JD (Juris Doctor) da Georgetown University.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui