Jardineiros da Terra – Unipaz lança projeto para cuidar do Planeta

Estudante coletando informações - Foto: Arquivo


Wanda Fernandes | Jornalista da UNIPAZ

Lançamento do Jardineiros da Terra será no dia 22 de Setembro, inicialmente, sob a ótica da ecopsicologia e ecologia profunda, com transmissão pelo YouTube

Qual é o seu maior propósito? O da Universidade Internacional da Paz (UNIPAZ) é o de amor e serviço ao Planeta, por meio da cultura de paz. Com esse olhar, a UNIPAZ Distrito Federal lançará no dia 22 de Setembro, às 19h30, o projeto Jardineiros da Terra. Trata-se de um espaço virtual para o contato com experiências baseadas na missão e valores da UNIPAZ. O lançamento da iniciativa, que contemplará assuntos relacionados às ecologias individual, social e ambiental, será transmitido pelo Zoom e simultaneamente pelo YouTube da UNIPAZ DF.

Jardineiros da Terra – Uma jornada para a abordagem dos quatros pilares da Carta da Terra sob o olhar da Ecopsicologia e da Ecologia Profunda é o tema do primeiro ciclo do projeto, que terá seis encontros. A UNIPAZ é afiliada da Carta da Terra Internacional, por esse motivo, a primeira iniciativa será destinada à divulgação do movimento global, por uma ótica diferenciada.

“Nosso objetivo é sensibilizar às pessoas para a importância de cuidar do nosso jardim: a Mãe Terra. Para tanto, divulgaremos boas ações e promoveremos reflexões, dando visibilidade aos processos de enraizamento e transformações, a partir do propósito da UNIPAZ e dos princípios da Carta da Terra”, explicou a pró-reitora de Meio Ambiente da UNIPAZ, Regina Fittipaldi, idealizadora do projeto, que tem o Instituto Brasileiro de Ecopsicologia (IBE) como parceiro.

Segundo Regina, o Jardineiros da Terra possibilitará diversas abordagens para expansão da consciência, como Ecologia, Ecopsicologia, Agrofloresta, Saúde Integral e Biodiversidade. A iniciativa terá como facilitadores a pró-reitora da UNIPAZ; o diretor do IBE, Marco Aurélio Bilibio; e a educadora Maria Beatriz Maury, doutora em Desenvolvimento Sustentável, com participação de convidados alinhados aos propósitos da UNIPAZ e da Carta da Terra.

“A abordagem da Ecopsicologia e da Ecologia Profunda permite reflexões sobre a desconexão do ser humano com o mundo natural, a consequente crise ambiental e os desafios contemporâneos que nos lançam em um impasse civilizacional. Permite também redescobrir nossa profunda vinculação ao mundo da vida, e viver outro grau de presença e sensibilidade no coexistir nesse belo planeta vivo”, destacou o diretor do IBE.

A convidada do primeiro encontro é a facilitadora do Centro Carta da Terra de Educação para o Desenvolvimento Sustentável em parceria com a Universidade para a Paz (Upaz) da Costa Rica, Daniela Carvalho Piaggio. Ela promoverá uma reflexão sobre o tema Carta da Terra: Valores e princípios para um Mundo sustentável e harmonioso.

Conservação do Ribeirao São João – Foto: Petrobrás

Jardineiros da Terra é voltado aos interessados em melhorar as relações consigo, com outro e com o meio ambiente; se engajar em um movimento de amor, serviço e responsabilidade de uns com os outros para garantir a vida no Planeta e contribuir para a reconciliação da ciência contemporânea com as tradições ancestrais.

“Precisamos cuidar do nosso jardim. Não apenas do jardim que muitos entendem, com árvores, arbustos e flores. É todo o Planeta Terra, com suas águas, todas as criaturas e manifestações de vida que existem nele”, frisou a pró-reitora de Meio Ambiente da UNIPAZ.

Regina ressalta ainda que o propósito maior do Jardineiros da Terra é auxiliar as pessoas no processo de expansão de consciência, para que tenham clareza da necessidade urgente da humanidade cuidar melhor do Planeta. É preciso trazer essa consciência ao plano físico, com ações concretas, para que um mundo mais justo, sustentável e pacífico seja uma realidade presente”, finalizou.

PROGRAMAÇÃO

Neste primeiro momento, serão realizados seis encontros com temas relacionados aos quatro metaprincípios da Carta da Terra: 22/09 (Lançamento); 20/10 (Respeitar e Cuidar da Comunidade); 24/11 (Integridade Ecológica); 15/12 (Justiça Social e Econômica); 26/01(Democracia, Não Violência e Paz) e 23/02 (Novos Rumos, Novos Tempos).

Dentre os convidados da primeira jornada, o antropólogo e psicólogo Roberto Crema, reitor da UNIPAZ; a psicóloga Lydia Rebouças, vice-reitora da UNIPAZ; o diretor geral do Centro Internacional de Água e Transdisciplinaridade (CIRAT), Sérgio Ribeiro; a educadora e agrônoma Helena Maria Maltez, da ONG Mutirão Agroflorestal; Daniel Iberê Alves da Silva, do povo M’Byá Guarani, doutorando em Antropologia Social; Pedro Ivo Batista; Socioambientalista, fundador da Associação Alternativa Terra Azul, afiliada à Carta da Terra Internacional e associada à Teia da Carta da Terra Brasil, e o advogado Ulisses Riedel, presidente da Unio Planeda.

INSCRIÇÕES

As inscrições para o Jardineiros da Terra são isentas de investimento financeiro e devem ser feitas a cada encontro. Para quem participar de, pelo menos, quatro eventos, será emitido certificado. Tendo em vista a grande procura pelo projeto Jardineiros da Terra, que resultou no encerramento das vagas no primeiro dia de divulgação, a UNIPAZ Distrito Federal transmitirá o lançamento do projeto pelo YouTube (https://www.youtube.com/channel/UC7xvvqsawlcK4-9j_pESzhg?view_as=subscriber).

Essa foi a forma encontrada pela UNIPAZ para que as informações partilhadas pelos facilitadores e convidados do Jardineiros da Terra cheguem a todos os interessados pela iniciativa.

A UNIPAZ DF esclarece que só receberão certificado de participação os inscritos para o Jardineiros da Terra pelo Sympla, com a devida presença confirmada a cada encontro. A participação, por meio de perguntas, também será restrita aos inscritos no projeto, que estarão na sala do Zoom.
Outras informações no site (unipazdf.org.br) e nas redes sociais da UNIPAZ DF e do Jardineiros da Terra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui