Geração Z demonstra preocupação com meio ambiente, aponta estudo do Twitter

Imagem: FreePik

Dois em cada três jovens têm a ajuda com o meio ambiente como valor pessoal

A preocupação com a questão ambiental tem crescido gradativamente com o passar dos anos e um dos fatores para isso é a importância que as gerações mais novas têm dado para o tema. Um estudo realizado pelo Twitter em 2021 utilizando diversos tipos de dados encontrados nas conversas e também questionários direcionados aos jovens que fazem parte da Geração Z apontou que 58% dos nascidos entre a segunda metade dos anos 1990 e o início da década de 2010 e que estão na plataforma acham que o meio ambiente estará em situação pior no futuro. Essa fatia é 17% maior do que comparada com os Millennials, geração anterior.

Para se ter uma ideia, “ajudar ao meio ambiente” é um valor pessoal para dois em cada três jovens que responderam à pesquisa e o veganismo é mais ético do que seguir com uma dieta padrão na opinião de 45% das pessoas. Inclusive, foram registradas 900 mil menções a mudanças climáticas e movimentos de sustentabilidade no Twitter no Brasil ano passado.

Os anseios da chamada Gen Z também se traduzem em demandas para as marcas. Estes consumidores esperam que as empresas priorizem o meio ambiente e exigem que elas adotem embalagens sustentáveis e recicláveis, por exemplo. Eles se preocupam ainda com toda a cadeia produtiva, ao entender que a sustentabilidade precisa ser base da produção.

Estas descobertas fazem parte de um estudo preparado pelo time de Marketing Insights & Analytics do Twitter no Brasil em 2021 para entender os comportamentos da Geração Z, a partir de dados de conversas, questionários e relatórios.

@TwitterBrasil @eco21

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui