ENROLAÇÃO NO MANGUEZAL DO MONERÓ

Lixo acumulado na orla do Corredor Esportivo do Moneró



WAGNER VICTER | Engenheiro, Administrador, Jornalista e morador da Ilha do Governador

Gosto muito do Secretário Municipal de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere, e acho que ele é uma das pessoas mais preparadas que existem nos quadros da Prefeitura, e tem um futuro brilhante.

O fato de admirá-lo, e ser um defensor do Governo do Eduardo Paes, não me exime a responsabilidade, como morador, em ser bastante crítico do que vem acontecendo praticamente desde o início do ano, na questão da limpeza do manguezal do Corredor Esportivo do Moneró.

Foi constituído um grupo de pessoas e amplamente divulgado na mídia local, que teriam o objetivo de fazer a coleta de lixo em substituição aos que existiam no passado na gestão anterior da Prefeitura. O que se esperava de maneira óbvia é que após meses de acúmulo de lixo, os problemas seriam resolvidos.

Diversas vezes levei esse problema a ele no início e a Subprefeitura da Ilha do Governador, inclusive ele pessoalmente veio ao local visitar, e logo após a sua vinda, aconteceram realmente nas duas semanas seguintes um início de um trabalho efetivo.

O fato é que o abandono que existia no passado, que sugere até que esse trabalho não seja uma política pública de meio ambiente, e sim uma implementação “de boquinha” voltou a paralisar, o que certamente não aconteceria se esse lixo acumulado fosse em uma praia de uma zona sul ou uma orla da Lagoa, ou seja, a Ilha do Governador, por ser da zona norte e não despertar o interesse da mídia, tem um tratamento extremamente leniente no ponto de vista ambiental.

Hoje, caminhando, como já havia alertado, vejo um monte de lixos acumulados, lixos que estão há muito tempo em lugares que a maré sobe, e infelizmente não se vê atuação daqueles catadores que possivelmente podem ter algum tipo de outro aplicação, e certamente não está atuando de maneira eficaz, pelo menos no resultado esperado ao meio ambiente.

Para mim, é decepcionante afirmar que o trabalho que está sendo feito hoje, é muito inferior ao trabalho que era feito na gestão anterior da Prefeitura e que já era bastante leniente  e objeto de críticas da sociedade.

É até natural que se coloquem pessoas da ligação política para trabalhar em contratos como esse terceirizados, porém, efetivamente todas as pessoas tem que trabalhar, cumprir a carga horária definida e não só aparecer em pouco tempo e ter uma supervisão adequada, e com isso, dar o resultado esperado para a sociedade.

O que acontece no Corredor Esportivo do Moneró, é vergonhoso, descredibiliza a ação desse projeto, que particularmente tinha melhor esperança que fosse desenvolvido, de maneira adequada e já levei isso por diversas vezes ao próprio Secretário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui