Amazônia é tema de edição especial da Mostra Ecofalante de Cinema

Foto: Alexandre Nogueira - Marahu Filmes



Evento acontece na Semana do Meio Ambiente e traz exibição gratuita de filmes e séries, além de debates virtuais ao vivo com diretores de cinema e especialistas

A ONG Ecofalante, com o apoio da Oji Papéis Especiais, realiza entre os dias 2 e 9 de junho, a Mostra Ecofalante de Cinema – Semana do Meio Ambiente: Especial Amazônia, que será realizada gratuitamente de forma on-line, promovendo o debate sobre questões, impasses e possíveis soluções para o atual cenário da floresta que possui a maior biodiversidade do mundo. 

O evento prevê exibições de 16 filmes e duas séries para TV, além de webnário e debates transmitidos ao vivo com a participação de especialistas, cineastas e outros convidados especiais.

Na terça-feira (1º) acontece uma prévia do evento às 17h, com a master class de um dos principais nomes do cinema ambiental, Jorge Bodanzky. O cadastro para a atividade já está liberado e as vagas são limitadas.  

Segundo o diretor da ONG, Chico Guariba, os filmes escolhidos buscam entender os problemas e conflitos existentes na Amazônia. “A região tem sido degradada de maneira crescente nos últimos 40 anos e passa por um momento crítico atualmente. O cinema tem documentado esse processo ao longo dos anos e pode nos ajudar a entender as várias faces desse problema. Selecionamos filmes que discutem alguns dos mais importantes aspectos dessa degradação e podem auxiliar o debate sobre um projeto de futuro mais sustentável para essa região”, explica.

Na programação, estão presentes obras assinadas por Wolney Oliveira, Eryk Rocha, Luiz Bolognesi, Estevão Ciavatta, Belisario Franca, Victor Lopes, Christiane Torloni e Miguel Przewodowski, Fernando Segtowick, Julia Mariano, Márcio Isensee e Sá, Daniel Junge, Heidi Brandenburg Sierralta e Mathew Orzel.  

Dentre os destaques estão a série exclusiva da HBO “Transamazônica: Uma Estrada Para o Passado”; seis episódios de “A Década da Destruição”, considerada um marco do documentário ambiental; o multipremiado longa-metragem britânico “Quando Dois Mundos Colidem”; além de filmes como “Soldados da Borracha”, que abre o evento no dia 2, seguido de “BR Acima de Tudo”, que faz sua pré-estreia mundial durante a mostra.

O ciclo de debates reúne nomes como o documentarista João Moreira Salles; o professor Ricardo Abramovay; a ex-presidente do Ibama, Suely Araújo; a líder indígena Sônia Guajajara; a secretária de Ciências e Tecnologia do Amazonas, Tatiana Schor; o ex-governador do Pará, Simão Jatene; e Danicley de Aguiar, do Greenpeace Brasil.

A programação, as sinopses e trailers das obras audiovisuais podem ser consultados no site www.ecofalante.org.br. O acesso aos conteúdos será liberado de acordo com datas e horários previamente definidos. 

A Mostra Ecofalante de Cinema – Semana do Meio Ambiente: Especial Amazônia é uma iniciativa da ONG Ecofalante, entidade que atua nas áreas de cultura, educação e sustentabilidade. O evento é considerado o maior do gênero audiovisual da América do Sul dedicado a temas socioambientais, e sua 10ª edição acontece no próximo mês de setembro.

Este é o segundo ano que a mostra acontece em duas etapas e de forma totalmente virtual. Em 2020 o evento atingiu mais de 200 mil pessoas  em quase 1.800 municípios brasileiros. 

Ecofalante Universidades

Além da Mostra, entidade também realiza sessões educativas por meio do Programa Ecofalante Universidades, que leva ao ambiente escolar filmes que incitam a reflexão e o debate sobre questões atuais da realidade brasileira e mundial.

Em março deste ano, a ONG lançou a Ecofalante Play, uma plataforma de streaming gratuita voltada a professores, educadores e instituições de ensino que usam o cinema como ferramenta para discutir questões socioambientais contemporâneas. Com essa novidade, o Programa Ecofalante Universidades ganha abrangência nacional em 2021.

A plataforma oferece em torno de 130 filmes nacionais e internacionais selecionados a partir da curadoria da Mostra Ecofalante de Cinema, com temas que abordam a emergência climática, consumo, cidades, energia, conservação, economia, trabalho e saúde, entre outros.

O Programa Ecofalante Universidades é viabilizado através da Lei de Incentivo à Cultura e tem o apoio da Oji Papéis Especiais. É uma produção da Doc & Outras Coisas e realização da Ecofalante, do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e do Governo Federal.

Still do filme “A ÚLTIMA FLORESTA” – Foto: Pedro J. Márquez

SOBRE ECOFALANTE

Fundada em 2003, a Ecofalante é uma organização da sociedade civil que tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento sustentável por meio da educação e da cultura. Seu maior projeto é a Mostra Ecofalante de Cinema, que acontece anualmente desde 2012 e é hoje o maior festival de cinema com temática socioambiental realizado no Brasil, tendo atingido um público de mais de 500 mil pessoas desde sua primeira edição.

A partir da curadoria da Mostra, a Ecofalante desenvolve projetos de cunho educacional ao longo do ano exibindo filmes, organizando debates e formações de professores em escolas, universidades e equipamentos culturais. Seus projetos são desenvolvidos por meio de uma rede de parcerias com instituições que atuam nas áreas de meio ambiente, educação, cultura e mídia.

SOBRE OJI PAPÉIS ESPECIAIS

Com capacidade produtiva de 120 mil toneladas de papel por ano, a empresa é líder no segmento de papéis especiais (térmicos e autocopiativos) na América Latina. Faz parte do Grupo OJI Holdings Corporation, fundado em 1873 no Japão, que atualmente conta com 35 mil profissionais e atua em quatro continentes com mais de 300 subsidiárias e unidades fabris. Em 2011, o grupo assumiu o controle da fábrica de papéis especiais de Piracicaba e iniciou suas operações no setor, no Brasil. Em 2019, deu início ao Projeto OJI 21 que objetiva o aumento da produção para 180 mil toneladas de papel por ano. Este ano, a OJI PAPÉIS ESPECIAIS completa 10 anos no Brasil, sempre presente no dia a dia dos brasileiros por meio de seus papéis especiais e projetos socioambientais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui