22 de Maio: Dia Internacional da Biodiversidade

Foto: Evita Ochel


Assessoria de comunicação UN.ORG

A perda de biodiversidade é uma perda para a humanidade.

A biodiversidade é entendida como a grande variedade de plantas, animais e microrganismos existentes, mas também inclui as diferenças genéticas dentro de cada espécie – por exemplo, entre variedades de culturas e raças de animais -, bem como a variedade de ecossistemas (lagos, florestas, desertos, campos agrícolas…) que abrigam várias interações entre seus membros (humanos, plantas, animais) e seu ambiente (água, ar, solo…).

Recursos biológicos são os pilares que sustentam as civilizações. Os peixes fornecem 20% de proteína animal a cerca de 3 bilhões de pessoas. Mais de 80% da dieta humana é composta de plantas. Aproximadamente 80% das pessoas que vivem em áreas rurais de países em desenvolvimento dependem de medicamentos tradicionais à base de plantas para os cuidados básicos de saúde.

Mas a perda dessa diversidade ameaça todas essas áreas, incluindo a nossa saúde. Há evidências de que a perda de nossa biodiversidade pode aumentar os casos de zoonose – doenças transmitidas de animais para seres humanos – enquanto, pelo contrário, se conseguirmos mantê-la estável, isso pode ser uma ótima ferramenta na luta contra pandemias como as causadas por coronavírus.

O valor da diversidade biológica. Embora estejamos cada vez mais conscientes de que a diversidade biológica é um ativo global de grande valor para as gerações presentes e futuras, o número de espécies está diminuindo a um ritmo acelerado, devido à atividade humana. Dada a importância da educação pública e da conscientização sobre essa ameaça, as Nações Unidas decidiram proclamar a celebração deste Dia Internacional da Diversidade Biológica a cada ano.

“Nossas soluções estão na natureza”

Como nossa comunidade global precisa reexaminar nosso relacionamento com o mundo natural, uma coisa é certa: apesar de todos os nossos avanços tecnológicos, somos completamente dependentes de ecossistemas saudáveis e vibrantes, se queremos ter água, comida, remédios, roupas, combustível, abrigo e energia, só para citar alguns exemplos. O tema “Nossas soluções estão na natureza” enfatiza a esperança, a solidariedade e a importância de trabalharmos juntos em todos os níveis para construir um futuro de vida em harmonia com a natureza.

Este tópico também inclui três abordagens essenciais à biodiversidade que serão desenvolvidas durante a semana que antecede o Dia Internacional, em 18 de Maio, abordará a importância do conhecimento e da ciência; de 19 a 21 de Maio, o foco será aumentar e conscientizar sobre a importância da biodiversidade; e, finalmente, no Dia Internacional, você será convidado a agir.

2020 é um ano de reflexão, oportunidade e soluções. Espera-se que cada um de nós “construa melhor” usando esse tempo para aumentar a resiliência das nações e comunidades à medida que nos recuperamos dessa pandemia. 2020 é o ano em que, mais do que nunca, devemos expressar nossa vontade de “achatar e reduzir a curva” da perda de biodiversidade em benefício dos seres humanos e de toda a vida na Terra.

2020 testemunhará o período final do Plano Estratégico para a Diversidade Biológica 2011-2020 e os Objetivos de Aichi, bem como a Década da Biodiversidade, que dará lugar a outras novas décadas relacionadas à biodiversidade para o período 2021-2030: a Década de Ciência do Oceano para o Desenvolvimento Sustentável e Década das Nações Unidas para Restauração de Ecossistemas; e a Cúpula sobre Diversidade Biológica, para enfatizar a necessidade de agir em altos níveis em apoio a uma estrutura global de biodiversidade pós-2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui